Um texto coerente é aquele que apresenta uma relação de sentido clara entre as partes. Para garantir a coerência, você deve prestar atenção em três elementos-chaves. Vejamos!

1) Unidade semântica

Um texto deve tratar, do início ao fim, de um só tema. Isso é chamado de unidade semântica. Por exemplo, se uma redação tem como foco tratar do tópico “causas da pobreza no Brasil” e no meio do caminho ela passa a abordar temas ligados ao aumento da violência, há uma quebra da unidade semântica e o texto se torna incoerente. VEJA TAMBÉM: 5 passos para criar uma dissertação argumentativa.

2) Progressão textual

Um texto deve sair de um ponto A e chegar a um ponto B. Se ele fica dando voltas no mesmo lugar, há um problema de progressão textual. Esse é o principal erro dos escritores redundantes. Cada parágrafo da sua redação deve trazer um nova informação para fazê-la avançar no rumo de determinada conclusão. O seu texto tem de correr na rua e não na esteira.

3) Não contradição  entre as partes

Um texto coerente apresenta partes que complementam o sentido umas das outras. Se isso não ocorre, podemos estar criando uma contradição entre as partes. Por exemplo, em uma redação sobre o tema “o papel da mulher no mercado de trabalho”, não se pode defender ao mesmo tempo que o fato das mulheres se destacarem nas empresas é bom e ruim ao mesmo tempo. Nesse caso, haveria uma incoerência, porque não se pode ser a favor e contra algo simultaneamente. LEIA TAMBÉM: Os elementos de uma argumentação perfeita. Gostou do artigo? Então, vale a pena conferir o vídeo que fizemos com três dicas para melhorar seu texto imediatamente:

***

Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para um nova página do site) . * Gostou do artigo? Então, continue seus estudos com o nosso Guia da Redação.