Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Tag: aglutinação

Economia linguística – o que é isso?

A economia linguística é um fenômeno que consiste na eliminação ou na redução de certos termos da língua. O objetivo desse recurso é simplificar a comunicação e torná-la mais eficiente.

Neste artigo, vamos ver dois processos que nascem desse fenômeno: a composição por aglutinação e a abreviação.

Conceito

Antes de seguirmos, vamos detalhar melhor o conceito de economia linguística:

Economia linguística é um termo que recobre uma gama de processos que se caracterizam por representar mecanismos de mudança que tentam reagir positivamente a dois impulsos: (a) poupar a memória, o processamento mental e a realização física da língua, eliminando os aspectos redundantes e as articulações mais exigentes; (b) preencher lacunas na gramática da língua, de modo a torná-la mais eficiente como instrumento de interação sociocomunicativa.

Marcos bagno em a Gramática Pedagógica do Português Brasileiro

Dito de outra forma, esse princípio consiste no ato de os falantes escolherem, em geral, as palavras e frases mais curtas para expressar uma ideia. Ele é caracterizado pela busca da máxima eficiência: mais informação no mínimo de palavras.

Agora, vamos entender melhor como esse fenômeno se manifesta na prática.

Composição por aglutinação

A composição por aglutinação ocorre quando dois elementos se unem em uma só palavra para dar origem a um novo termo. Vejamos alguns exemplos:

  • Pernalta: perna + alta;
  • Planalto: plano + alto;
  • Vinagre: vinho + acre;
  • Aguardente: água + ardente;
  • Pontiagudo: ponta + aguda.

É interessante notar que esse processo de aglutinação também ocorre nas situações do cotidiano. Um exemplo são as expressões “vambora” ou “simbora”, que são formadas pela união dos termos “vamos” e “embora”.

Continue reading

Bem-vindo, bem vindo e benvindo

Um erro comum que vejo em muitos textos pela internet é a grafia da palavra que dá título a este artigo.

O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp), elaborado pela Academia Brasileira de Letras, aceita somente a grafia bem-vindo, com hífen e separado. As grafias sem o hífen (bem vindo)  e sem separação das palavras (benvindo) não existem!

ex: Seja muito bem-vindo! Sinta-se em casa.

Acordo Ortográfico

O Acordo Ortográfico diz que as palavras formadas por aglutinação com o advérbio bem são separadas por hífen se o outro termo começar com vogal ou com a letra H.

ex: bem-estar e bem-humorado.

Continue reading

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑