Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Tag: concursos

Não existe a neném, só o neném – entenda o que é substantivo sobrecomum

Por que não se pode dizer “a neném“? Neste artigo, vamos explicar, porque esse termo só pode ser utilizado no masculino. Vejamos!

Substantivo sobrecomum

O substantivo neném é sobrecomum. Isso significa que ele não apresenta  flexão de gênero. Então, sempre será utilizado no masculino.

ex: Minha filha é um neném muito lindo.

ex: Aquele neném é uma menina linda.

O bebê x A bebê

Já o substantivo bebê é comum de dois gêneros, ou seja, apresenta uma só forma para o masculino e para o feminino e a variação de gênero é indicada pelo artigo.

ex: Minha filha é uma bebê muito linda.

ex: Meu filho é um bebê muito lindo.

Esquematizando

  • Neném: substantivo sobrecomum – apresenta somente um gênero (masculino).
  • Bebê: substantivo comum de dois gêneros – a variação de gênero é indicada pelo artigo (a, o, um e uma).

Gostou do texto? Então, vale a pena ver o vídeo que fizemos sobre a diferença entre TAPAR e TAMPAR:

Aprofunde seus estudos e conheça os principais casos de concordância verbal e nominal:

Vultuoso x Vultoso – quando utilizar cada um?

Entenda a diferença entre vultoso e vultuoso.

Tanto vultoso quanto vultuoso são palavras que existem na Língua Portuguesa. Elas, contudo, possuem significados distintos. Neste artigo, vamos mostrar a definição e quando usar cada um desses termos. Vejamos!

Vultoso

O adjetivo vultoso indica, segundo o dicionário Aulete, algo que tem grande vulto ou volume ou que é encontrado em grandes proporções.

ex1: O político foi pego com vultosas quantias de dinheiro na mala.

ex2: Aquele empresário tinha negócios vultosos.

O termo é formado por derivação sufixal: o substantivo vulto + o sufixo -oso, que é utilizado para expressar abundância.

Continue reading

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑