Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Tag: língua portuguesa (Page 2 of 6)

De baixo x Debaixo

Debaixo x De baixo

Muita gente se confunde com as expressões de baixo e debaixo. Neste texto, vou falar de algumas estratégias simples para acabar com essa dúvida. Vamos lá!

Debaixo = sob

Sempre que for possível trocar a palavra por sob, deve-se utilizar debaixo.

ex: Ele estava debaixo da mesa.

ex¹: Ele estava sob a mesa.

ex: O gato estava debaixo da cama.

ex²: O gato estava sob a cama.

Continue reading

Dentre x Entre

Dentre

Vejo recorrentemente as pessoas utilizando dentre no lugar de entre.  Porém, esses termos não são intercambiáveis. Ou seja, um não pode substituir o outro. Vejamos!

Dentre = de + entre

Usamos dentre quando a regência do verbo exigir a preposição ‘de’. Nesse caso, ele poderá ser substituído por ‘do meio de’.

ex: Tite retirou os 11 titulares dentre os 24 convocados.

VEJA: Tite retirou os 11 titulares do meio dos 24 convocados

Continue reading

Pé de cure x Pedicure

Veja a forma correta de escrever a palavra

Veja a forma correta de escrever a palavra

Às vezes, usamos a analogia para descobrir a forma correta de escrever determinada palavra. Contudo, nem sempre essa estratégia é efetiva. É o caso da palavra “pedicure”. O termo vem do francês pédicure.

Muitas pessoas fazem uma relação com o fato desses profissionais pintarem o pé de clientes e acreditam, erroneamente, que a grafia certa é “pé de cure”.

Masculino x Feminino

Continue reading

Outro x Outrem

Outrem

Pergunta do leitor: Olá, Clube do Português! Queria saber se existe uma definição sobre quando usar a palavra “outrem” e quando usar “outro”. Há diferença?

Resposta

Outrem

Utilizamos outrem quando queremos nos referir de forma indefinida  (sem identificação específica) a algo ou alguém que não está presente.

ex: A ninguém é permitido se apossar de algo pertencente a outrem sob pena de punição legal.

Perceba que aqui não nos referimos a alguém específico, mas a outra pessoa qualquer.

Continue reading

Estralar ou estalar?

estalar

Há palavras na língua portuguesa que podem ser escritas de formas distintas. Elas são chamadas de formas gráficas variantes. Esse é o caso dos vocábulos ‘estralar’ e ‘estalar’.  Eles têm o mesmo significado e podem ser utilizados como sinônimos.

Continue reading

Censo x Senso

Censo e senso

Censo e senso não são sinônimos

Os parônimos são palavras que têm grafia similar, mas significados distintos. É o caso dos vocábulos censo e senso.

Censo – levantamento estatístico;

Ex: O censo mostra um aumento do número de mulheres chefiando famílias.

Continue reading

Tudo sobre o uso do acento agudo

Acento agudo

Entenda quando utilizar o acento agudo

Uma das grandes dúvidas que muita gente tem na hora de escrever são os acentos. Por isso, neste texto, reunimos todas as regras de acentuação para acabar de vez com a confusão. Antes de tudo, porém,  um lembrete:

OXÍTONA – Sílaba tônica é a última da palavra.
ex: picolé, chulé, chaminé.
PAROXÍTONA – Sílaba tônica é a penúltima da palavra,
ex: caráter, difícil, médio.
PROPAROXÍTONA – Sílaba tônica é a antepenúltima da palavra.
ex: oxítona, médico, penúltima.

Identificar corretamente a sílaba tônica é meio caminho andado para utilizar bem os acentos.

Acento agudo

Usa-se acento agudo:

OXÍTONAS

  1. Nas oxítonas e nos monossílabos tônicos terminados em A, E e O, seguidos ou não de S. Ex: Chaminé, paletó, pés, café, cajás;
  2. Nas oxítonas terminas em vogal que venham seguidas de outra vogal com pronúncia distinta. Ex: baús, Piauí, contraí-las;
  3. Nas oxítonas terminadas em EM e ENS. ex: alguém, ninguém, parabéns;
  4. Nas vogais E e A abertas, nas formas verbais seguidas de hífen. ex: dá-la, qué-lo, trá-lo-ia.

Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑