Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Tag: pronome indefinido

Advérbio x Pronome Indefinido – como diferenciar?

Qual a diferença entre o advérbio e o pronome indefinido? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida e mostrar como identificar cada termo. Vejamos!

O que é advérbio?

Advérbio é uma classe gramatical das palavras que pode modificar verbos, adjetivos e até outro advérbio, mas jamais modificará um substantivo. Exemplos de advérbios são: 

  • Cheguei tarde (advérbio de tempo);
  • Ele comeu devagar (advérbio de modo);
  • Eu estou aqui (advérbio de lugar).

Há ainda outros tipos de advérbios (intensidade, afirmação, negação, dúvida), mas, por agora, vamos focar no conceito geral e na confusão que ocorre quando falamos em pronomes indefinidos. 

Continue reading

Crase: 5 vídeos para acabar de vez com suas dúvidas

vídeos sobre a crase

Acaba com suas dúvidas sobre a crase

A crase é o encontro entre letras iguais.  O uso dela é um dos principais pontos de dúvida na hora de produzir conteúdos. Por isso, reunimos nesse artigo 5 vídeos essenciais para você entender de vez como utilizar esse instrumento. Vamos lá!

PAUSA: Antes de assistir aos vídeos, vale a pena você ler o artigo que fizemos para explicar a diferença entre crase e acento grave. Leia e volte aqui! Você terá um entendimento muito mais completo.

3 casos em que NÃO há crase

Tão importante quanto saber quando utilizar crase é saber quando não a utilizar.

LEIA TAMBÉM: Antes de hora se usa crase?

Crase facultativa: 3 casos

Há casos em que você pode escolher se vai ou não utilizar a crase. Perceba porém que essa decisão deve evitar a ambiguidade ou os ruídos de comunicação.

VEJA MAIS: Como funciona a crase antes de pronomes indefinidos.

Continue reading

MAS x MAIS – quando utilizar cada um?

conjunção-advérbio

Quando utilizar cada um?

Há, na língua portuguesa, palavras com grafia bem parecida que possuem significados e funções totalmente diferentes. Um dos casos mais clássicos é o da dupla: mais e mas. Vejamos quando utilizar cada um.

Mas

Mas é uma conjunção coordenativa adversativa. Ela expressa a ideia de contraste ou compensação.

ex¹: Eu ia jogar bola hoje, mas a chuva fez o jogo ser cancelado.

ex²: Ele é muito inteligente, mas é preguiçoso.

Se você quiser saber mais sobre as conjunções adversativas, vale ler este outro texto AQUI.

Mas, quando utilizado junto com as palavras também e ainda, exerce a função de conjunção coordenativa aditiva.

ex¹: Ele não só acordou cedo, mas também limpou toda a casa.

Perceba que ele fez as duas coisas: acordou cedo e limpou a casa.

ex²: Ele não só chegou atraso, mas ainda interrompeu a reunião.

Novamente, veja que as duas ações foram realizadas: chegar atrasado + interromper a reunião.

Continue reading

Guia do pronome: relativo, indefinido, reto, oblíquo, adjetivo e substantivo

Pronome

Os pronomes são termos que substituem ou acompanham um substantivo. No primeiro caso, eles são classificados como de pronome substantivo; no segundo, de pronomes adjetivos. Veja o exemplo abaixo:

Ex: Paulo saiu de casa hoje cedo. Ele esqueceu sua chave em cima da mesa.

O pronome ele é substantivo, pois substitui Paulo. Já o pronome seu é adjetivo, porque acompanha o substantivo chave.

Os pronomes ainda podem ter outras classificações. Vejamos algumas abaixo:

1) Pronomes relativos

Utilizados para retomar substantivo citado anteriormente e introduzir uma oração adjetiva. Portanto, o pronome relativo é utilizado para criar coesão textual, além de evitar a repetição excessiva de palavras.

Veja quais são os pronomes relativos:

  • O que, qual e suas variações;
  • Quem;
  • Cujo;
  • Onde;
  • Quanto.

OBS: existem situações nas quais os pronomes quando e como terão papel de pronome relativo. Com o uso da palavra quando, o termo anterior terá ideia de tempo. Como a utilização da palavra como, o termo antecedente passará a ideia de maneira, forma de fazer.

.

Pronomes relativos: o que são, quando usá-los e exemplos

2) Pronomes pessoais

Pronomes pessoais são aqueles que tomam o lugar dos substantivos que representam as pessoas do discurso. Os tipos de pronomes pessoais se dividem em retos e oblíquos.

2) Pronomes pessoais do caso reto

As funções sintáticas dos pronomes pessoais do caso reto são de sujeito ou predicativo do sujeito. Veja exemplos:

  • ELA cortou os cabelos ontem;
  • As responsáveis por essa decisão são ELAS. 

Veja agora quais são os pronomes retos: 

  • Eu (1ª pessoa do singular);
  • Tu (2ª pessoa do singular);
  • Ele/ela (3ª pessoa do singular);
  • Nós (1ª pessoa do plural);
  • Vós (2ª pessoa do plural);
  • Eles/elas (3ª pessoa do plural).

2) Pronomes pessoais do caso oblíquo

Os pronomes do caso oblíquo funcionam como complementos nominais, objeto direto e objetivo indireto. Além disso, são divididos entre átonos e tônicos. Os pronomes átonos não são precedidos de preposição, mas os tônicos são. 

Conheça os pronomes oblíquos com a lista abaixo:

  • Tônicos: mim, comigo, ti, contigo, ela, ele, conosco, nós, convosco, vós, elas, eles.
  • Átonos: me, te, a, o, lhe, nos, vos, as, os, lhes.

Pronome do caso reto x pronome do caso oblíquo

Continue reading

Sem crase antes de pronome indefinido

crase + indefinido

A crase é, via de regra, o encontro entre o artigo definido ‘a’ e preposição ‘a’.  Dessa forma, antes de pronomes indefinidos (algum, muitos, pouco, pouca, nenhum etc) NÃO há crase.

Ex1: Fui a algum restaurante em São Paulo.

Ex2: Não assisti a nenhuma partida da última rodada do campeonato brasileiro.

Gostou deste post? Aprofunde ainda mais seus conhecimentos com nosso guia completo da crase.

Veja mais:

O que é um pronome indefinido?

O que é um pronome indefinido?

pronome indefinido

Pronomes indefinidos são termos que se referem à 3ª pessoa do discurso. Eles conferem ao texto um sentido mais impreciso ou vago e indicam uma quantidade não determinada. Eles estão divididos em pronomes indefinidos substantivo e adjetivo.

Neste artigo, vamos detalhar melhor esse conceito. Vejamos!

Pronome indefinido substantivo

Os pronomes indefinidos substantivos são aqueles que ocupam o lugar do substantivo nas funções exercidas por essa classe de palavras.

ex: tudoalgo, nada, alguém, fulano, quem, sicrano, beltrano,  ninguém, outrem.

  • Não sabemos quem fez essa bagunça.
  • Ninguém me contou que você viria.
  • Tudo aconteceu muito rápido.
  • Tem algo errado nessa empresa.

Continue reading

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑