A forma correta é “a caminho” sem o acento grave. No caso dessa expressão, não estamos diante de uma ocorrência de crase. Neste artigo, vamos explicar por que.

A caminho x À caminho: qual a forma correta?

O que é crase?

Antes de avançarmos, vamos relembrar o conceito de crase. De acordo com o gramático Napoleão Mendes de Almeida, trata-se da fusão da preposição “a” com o artigo feminino “a” ou com os pronomes demonstrativos “a”, “aquele”, “aquela” ou “aqueles”.

Nesses casos, usamos o acento grave para indicar a contração de vogais iguais, ou seja, de dois “as”.

Locuções com palavras masculinas

Em regra em locuções formadas com palavras masculinas, não há ocorrência de crase. É examente o caso da locução adverbial de modo “a caminho“.

Outros exemplos que seguem a mesmo prescrição são: a caráter, a gás, a vapor, a prazo, a tiracolo, a pé, etc.

Não usamos o acento grave nessas expressões, porque não temos o encontro ou fusão de duas letras “a”. Afinal, antes de substantivos masculinos usamos o artigo definido masculino “o”.

Exemplos

Vamos conferir algumas frases com o uso dessa locução adverbial:

  • Maria estava a caminho do trabalho quando recebeu uma ligação supreendente de seu irmão.
  • Quando estava a caminho de casa, João decidiu passar na paderia para comprar pão e queijo para o lanche dos filhos.

A caminho de x A caminho à: qual a forma correta?

De acordo com o professor Felipe Carvalho, a forma correta é “a caminho de”, que significa que se dirige para algum determinado local.

Apesar de a preposição “a” indicar, em certas circunstâncias, deslocamento de ponto a outro, a construção “a caminho à” não é recomendada e é considerada inadequada com regras gramaticais da língua portuguesa.

Esse erro geralmente ocorre porque as pessoas fazem uma analogia com a expressão “em direção à”.

*

Gostou deste texto? Aprofunde ainda mais seus conhecimentos com nosso guia completo da crase.

Assisita também a nossa aula completa sobre a crase: