Desinências são morfemas que se juntam ao final das palavras para flexioná-las. Inclusive, essas partículas são conhecidas como morfemas flexionais e podem ser classificadas como nominais ou verbais. 

Continue a leitura do artigo para uma explicação detalhada do assunto!

Desinências: verbal e nominal

O que são desinências nominais?

As desinências nominais são as partes da estrutura das palavras que indicam as flexões de gênero e número dos vocábulos. Observe o exemplo abaixo:

  • O menino comeu toda a caixa de chocolates.
  • Os meninos comeram toda a caixa de chocolates.
  • A menina não gostou do suco de laranja.
  • As meninas não gostaram do suco de laranja. 

Nas frases acima temos:

  • menin-o
  • menin-os (flexão de número – plural)
  • menin-a (flexão de gênero – feminino)
  • menin-as (flexão de número – plural)

Desinências nominais de número: variações

Normalmente, o plural é indicado pela desinência -S. Porém, algumas palavras terminadas com a letra S, Z ou R podem formar plural com o acréscimo de -ES. Assim como as que terminam com L, que formam plural com o acréscimo -IS, ou as terminadas em M as quais se trocam o M por -NS. 

  • inglês – ingleses.
  • rapaz – rapazes;
  • açúcar – açúcares;
  • funil – funis;
  • margem- margens.

Palavras que não admitem variações

Vale lembrar que nem todas as palavras admitem flexões de gênero e número. Abaixo, você confere algumas delas.

Palavras que não admitem flexão de gênero:

  • mesa – não existe “meso”;
  • cadeira – não existe “cadeiro”;
  • cama – não existe “camo”;
  • carro – não existe “carra”.

Palavras que não admitem flexão de número:

  • ônibus;
  • férias;
  • tênis;
  • atlas;
  • pais. 

O que são desinências verbais?

As desinências verbais são as que apontam as flexões de número, pessoa, modo e tempo verbal. Confira os exemplos:

  • Danç-o
  • Danç-as
  • Danç-amos
  • Danç-ais
  • Danç-am
  • Danç-ava.

Assim, podemos notar que na conjugação “danço”, a vogal “o” representa uma desinência número-pessoal do verbo dançar. Isso porque mostra que ele está na primeira pessoa do singular. Em contrapartida, em “dançava”, a desinência -ava faz referência a uma forma verbal do pretérito imperfeito do indicativo. 

Como diferenciar desinência de vogal temática?

Embora pareçam iguais, desinência e vogal temática são coisas diferentes. A desinência indica as flexões de gênero e número, já a vogal temática tem a função de ligar o radical às desinências. 

Por exemplo, em “cant-ava”, o radical é “cant-“, a vogal temática é “-a”, e a desinência verbal é “-ava”.

Em suma, a vogal temática é essencialmente uma parte do processo de conjugação verbal, enquanto as desinências acrescentam informações específicas à forma verbal.

Resumo

Para fechar este texto, criamos um quadro-resumo sobre os dois tipos de desinência:

DESINÊNCIAS
TipoFlexão
NominalGênero e número
VerbalNúmero, pessoa, modo e tempo verbal
Quadro-resumo sobre desinências

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.