O trecho correto do hino nacional brasileiro é “verás que um filho seu não foge à luta“, com crase. Neste artigo, vamos explicar por que devemos utilizar o acento grave nessa frase. Confira!

Quando ocorre a crase?

Antes de qualquer coisa, vamos conferir o conceito de crase. Ela ocorre quando há o encontro de vogais iguais => a + a = à. Acontece, em geral, em três casos:

  1. a) Encontro da preposição “a” com os artigos definidos “a” ou “as”;
  2. b) Encontro do pronome demonstrativo “a” com a preposição “a”;
  3. c) Encontro dos pronomes demonstrativos aquele, aquela e aquilo com a preposição “a”.

Quando isso ocorre, devemos usar o acento grave em cima da letra “a”.

Fugir a x Fugir de

O verbo “fugir” tem duas regências distintas. Ele pode aparecer com a preposição “a” e com a preposição “de”. Em cada caso caso, ele terá um significado distinto.

Fugir a

“Fugir a” significa “esquivar-se”, “não fazer o que devia”. É neste sentido que o verbo aparece no hino nacional:

  • Verás que um filho teu não foge à (não se esquiva da) luta.

A crase aqui justifica-se pelo encontro da preposição “a” (pedida pelo verbo) com o artigo definido feminino “a”, que antecede o substantivo “luta”.

Fugir de

Por sua vez, “fugir de” significa “evitar”, “sair de perto ou afastar-se de algo indesejável”:

  • O carteiro fugiu dos cachorros que o perseguiam.
  • Na adolescência, eu vivia fugindo de casa.

*

Gostou deste post? Aprofunde ainda mais seus conhecimentos com nosso guia completo da crase.

*

Para você aprofundar seus conhecimentos sobre a crase, preparamos aqui um guia completo: