Afinal, devemos utilizar a vírgula com números por extenso? Há gramáticos que defendem que sim, mas há quem diga que não é necessário. Neste artigo, vamos mostar cada uma desses posicionamentos.

Quem defende a vírgula?

Para os gramáticos Celso Luft e Napoleão Mendes de Almeida, o uso da vírgula em númerais por extenso é obrigatório.

Esses estudiosos defendem que se trata de um caso de marca da coordenação sem conjunção e (assindética).

ex: R$22.501: vinte e dois mil, quinhentos e um reais.

Quem não defende a vírgula?

Em contrapartida, o gramático Celso Cunha diz que o uso da vírgula com números por extenso é desnecessário.

Esse posicionamento também é adotado por grande parte da imprensa, como pode ser visto no Manual de Redação do Jornal Estado de São Paulo.

ex: R$22.501: vinte e dois mil quinhentos e um reais.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com o Guia Completo da Vírgula!