Intitulamos de falsos sinônimos os vocábulos e expressões que, por possuírem certa similaridade, acabam sendo utilizados como sinônimos de maneira incorreta na língua portuguesa. 

No artigo de hoje, vamos abordar esse tema de forma mais aprofundada para que você não tenha dúvidas ao se deparar com casos assim. Confira!

O que são falsos sinônimos?

Os falsos sinônimos são as palavras que apresentam semelhanças em sua escrita ou pronúncia. Por essa razão, acabam sendo empregadas ou faladas de forma errada. 

O maior problema na utilização dos falsos sinônimos é que eles prejudicam a clareza do texto, facilitando a ocorrência de ambiguidades. Além disso, podem trazer um sentido completamente diferente para uma determinada frase, provocando falhas na sua interpretação.

Abaixo, vamos conhecer alguns exemplos bem comuns de falsos sinônimos.

A princípio x Em princípio

A princípio: inicialmente, antes de mais nada, primeiramente.

  • A princípio íamos ao cinema, mas mudamos de ideia.
  • A princípio, que horas são?

Em princípio: em tese, ao que tudo indica, possivelmente.

  • Em princípio, todos os candidatos passarão para a próxima fase.
  • Ela chegaria no Brasil, em princípio, pela manhã.

Onde x Aonde

Onde: em qual lugar, em que parte, em que ponto.

  • Onde você está?
  • Não me lembro onde fica a casa dele. 

Aonde: a que lugar, para onde, para que lugar (o termo é utilizado com verbos que pedem a preposição “a”).

  • Aonde você vai depois do serviço?
  • Aonde ele vai com essa pressa toda?

Nada a ver x Nada haver

Nada a ver: não está relacionado, não corresponde.

  • Essa prova não tem nada a ver com a anterior.
  • Aquele casal não tem nada a ver um com o outro. 

Nada haver: oposto da expressão ter haver.

  • Fiquei feliz por ela nada haver mencionado sobre o nosso passado
  • Por nada haver para fazer, fui para casa antes do fim do expediente.

De encontro a x Ao encontro de

De encontro: confrontar, ir contra, em oposição.

  • O posicionamento da chefia está indo de encontro com os objetivos da empresa.
  • O carro foi de encontro ao poste. 

Ao encontro de: estar de acordo com, a favor, em direção a.

  • Essa lei vai ao encontro do que o povo deseja.
  • A proposta de trabalho veio ao encontro das minhas necessidades.

Ao invés de x Em vez de

Ao invés de: de outro modo, pelo contrário, de maneira oposta (indica uma oposição mais radical). 

  • Ao invés de sonho, foi um pesadelo.
  • Ao invés de sorrir, ele chorou.

Em vez de: em lugar de, em substituição de.

  • Em vez de trabalhar hoje, trabalhe amanhã.
  • Em vez de ficar em casa, decidi sair. 

Todo x Todo o

Todo: cada, qualquer.

  • Todo mundo tem direito a ser feliz.
  • Toda criança precisa brincar.

Todo o: totalidade, inteiro. 

  • Todo o local foi interditado.
  • Toda a comunidade ajudou com as arrecadações. 

Para não errar mais!

Os falsos sinônimos são palavras com grafia e pronúncia similares, porém com significados diferentes. 

Para não errar mais, o ideal é sempre substituir um pelo outro para verificar se a interpretação do texto foi comprometida. 

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.