Muita gente imagina que o profissional de Letras se forma exclusivamente para atuar em sala de aula, ou seja, para ser professor de língua portuguesa,de  literatura ou de outros idiomas. 

No entanto, essa suposição está errada, uma vez que o mercado de trabalho para o profissional de Letras é extenso e as opções de atuação são bastante variadas. Para conhecê-las, continue a leitura deste artigo!

Como funciona a graduação em Letras?

Como funciona a graduação em Letras.

Antes de falarmos sobre o mercado de trabalho para o profissional de Letras, é importante que você saiba como a graduação em Letras funciona. 

Oferecida nas habilitações de licenciatura ou bacharelado, a graduação em Letras é realizada em um período de, em média, quatro anos. Ainda que sejam semelhantes, há opções de cursos com enfoques diferentes. Nesse sentido, você pode cursar:

  • Letras – Português e Inglês;
  • Letras – Português e Literatura;
  • Letras – Português e Espanhol;
  • dentre outras opções de idiomas. 

Durante a graduação, os alunos aprendem diversas matérias, como:

  • gramática;
  • literatura;
  • sintaxe;
  • fonética;
  • fonologia;
  • produção textual;
  • entre outras. 

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação (MEC), a graduação em Letras precisa ter o seu conteúdo relacionado aos Estudos Linguísticos e Literários. Além disso, devem ser considerados os diferentes profissionais da área que o curso pode formar. 

A grade curricular da graduação em Letras, portanto, inclui disciplinas que trabalham as habilidades dos alunos para as áreas linguísticas, produção e interpretação de textos, análises literárias e assim por diante. 

Nos primeiros semestres, normalmente, tem-se acesso a conteúdos introdutórios, como didática e história da educação, por exemplo. Ao avançar os períodos, as disciplinas mais específicas são aplicadas, como comunicação e expressão, leitura e produção de texto, língua inglesa, dentre outras. 

A Matriz Curricular dos cursos pode variar conforme a instituição de ensino. No entanto, em todas elas, há a entrega do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) e, no caso de licenciatura, a realização do estágio obrigatório não remunerado

Vale dizer que os cursos de licenciatura formam profissionais que desejam se dedicar ao ensino, enquanto os cursos de bacharelado são voltados para as outras áreas do mercado. Contudo, nas duas habilitações, deve-se considerar a mesma base de estudos.

Um pouco sobre o perfil do profissional de Letras

Agora que você já sabe detalhes sobre a graduação em Letras, é interessante conhecer um pouco sobre o perfil do profissional de Letras

O profissional de letras é aquele com grandes habilidades de leitura e escrita. Essas habilidades, contudo, podem ser tanto na Língua Portuguesa quanto em outros idiomas. 

Além disso, normalmente, esse profissional também demonstra interesse por normas gramaticais, interpretação, tradução, mercado editorial, análise de obras literárias e, claro, atuação em sala de aula. 

Ademais, a pessoa que escolhe a graduação em Letras tem, em geral, um perfil comunicativo e está sempre envolvida com conteúdos nos mais diversos idiomas. Em outras palavras, ler e escrever são as suas paixões e podem ser exploradas no amplo mercado para o profissional de Letras que conheceremos a seguir!

6 áreas nas quais o profissional de Letras pode atuar

Mercado de trabalho para profissional de Letras.

Abaixo, você confere 6 áreas nas quais o profissional de Letras pode atuar. Acompanhe!

1. Tradutor

Para abrir a nossa lista de áreas nas quais o profissional de Letras pode atuar, começamos com a tradução. 

A pessoa formada em Letras pode traduzir textos do português para outros idiomas, e vice-versa, garantindo sentidos equivalentes. É possível conseguir demandas para a tradução de livros literários, artigos de sites e revistas, bulas de remédio e até mesmo legendas de grandes produções como filmes e séries.

2. Editor

O mercado editorial busca constantemente por profissionais de Letras. Esses profissionais têm a responsabilidade de editar os mais variados tipos de texto e prepará-los para a sua publicação. Entre obras literárias, anúncios e artigos acadêmicos, a pessoa formada em Letras pode adaptar os mais variados textos aos mais diferentes tipos de mídia. 

3. Revisor

A área de revisão de texto é muito ampla para o profissional de Letras, isso porque, muito além de trabalhar numa editora, por exemplo, ela permite ao profissional ter o próprio negócio. Em outras palavras, se você deseja ser revisor, poderá corrigir a ortografia, a gramática e a estrutura lógico-narrativa dos mais diversos textos, desde livros até artigos acadêmicos. 

Esse tipo de atividade pode ser realizada para empresas ou até mesmo para pessoas físicas, não sendo exigido nenhum modelo de contratação fixa, como CLT ou PJ, por exemplo. 

4. Intérprete

O intérprete é aquele que atua estabelecendo uma comunicação entre duas pessoas que não falam a mesma língua. Assim como nas demais áreas, essa tem uma procura muito grande. 

Como intérprete, o profissional de Letras pode traduzir vídeos, reuniões, palestras, entre outros eventos, inclusive internacionais. O objetivo é atuar como mediador entre pessoas de idiomas distintas. 

5. Produtor de texto

Uma área muito ampla no mercado de trabalho para o profissional de Letras, é a produção textual, também chamada de produção de conteúdo. Com ela é possível redigir os mais diversos tipos de textos, como:

  • obras literárias;
  • crônicas;
  • colunas para jornais e revistas;
  • textos publicitários;
  • conteúdos para blogs e sites;
  • entre outros. 

O produtor de texto pode trabalhar diretamente para uma organização, quanto para si, escrevendo livros, publicando-os por editoras, em formato independente ou criando conteúdos em suas próprias páginas. 

6. Profissional da educação

Por fim, o profissional de Letras também pode atuar na área da educação, ou seja, sendo professor desde o ensino fundamental até cursos preparatórios. Ele pode lecionar idiomas, redação ou literatura. 

Vale dizer que, para se tornar profissional da educação, é necessário ter cursado a graduação em Letras com a habilitação em licenciatura e ministrar aulas conforme o diploma. Isso significa que, se o profissional tiver cursado Letras – Português e Inglês, não poderá dar aulas de Espanhol, por exemplo. 

Mercado de trabalho para o profissional de Letras

O profissional de Letras que deseja ser docente encontra um alto índice de empregabilidade. Isso porque a demanda por professores é sempre alta. Além das escolas públicas, as quais realizam concursos para a seleção de educadores, também é possível encontrar oportunidades em:

  • colégios particulares;
  • escolas de idiomas;
  • cursos preparatórios.

Além das alternativas destacadas, o profissional de Letras também pode atuar como professor particular de crianças com dificuldade escolar. 

Por fim, além da área da educação, o mercado de trabalho para o profissional de Letras também conta com empregos em:

  • agências de publicidade;
  • departamento de comunicação em empresas;
  • editoras;
  • emissoras de rádio e TV;
  • dentre outras. 

Se você deseja cursar ou já concluiu a graduação em Letras, deve ter notado o quão amplo é o mercado de trabalho para o profissional de Letras e que as opções vão muito além da docência. Basta escolher o que faz mais sentido para você e se especializar para ter cada vez mais sucesso na sua área de atuação. 

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

*

Confira abaixo o infográfico com opções de profissões para pessoas formadas em Letras:

6 profissões para formados em Letras.