Na Língua Portuguesa, algumas palavras possuem a mesma grafia, porém apresentam significados diferentes. Este é o caso do termo “moral”, o qual tem uma definição distinta quando empregado no gênero feminino e masculino. 

Assim, dependendo do contexto, a palavra “moral” pode ser um substantivo feminino ou masculino e ainda ser classificada como adjetivo de dois gêneros, apresentando a mesma forma. Continue a leitura, para sanar todas as suas dúvidas sobre o assunto. 

A moral ou o moral: quando usar cada um?

Quando usar “a moral”? 

O termo “moral” vem do latim “morales”, o qual possui o sinônimo de: “relativo aos costumes.” Assim, a expressão “a moral” deve ser usada sempre ao se referir a um conjunto de normas, princípios e valores. 

Além disso, em sentido figurado, o substantivo feminino também significa conclusão ou aprendizado adquirido ao fim de uma história, ou diálogo, por exemplo. A tão conhecida “moral da história”, muito presente em fábulas. 

Exemplos com “a moral” (substantivo feminino)

Veja, abaixo, alguns exemplos com “a moral”, substantivo feminino:

  • A minha família defende a moral e os bons costumes.
  • Questionar a moral de alguém pode levar a discussões importantes.
  • A moral da história é que devemos sempre fazer o bem.
  • Nenhum colaborador entendeu a moral da história.

Quando usar “o moral”?

A expressão “o moral” deve ser usada ao referenciar um estado de espírito, ânimo, humor ou confiança de alguém. Assim, como substantivo masculino, “moral” deve ser empregada para se referir a condição psicológica ou física de uma pessoa. 

Exemplos com “o moral” (substantivo masculino)

Confira, a seguir, alguns exemplos com o termo “o moral”, substantivo masculino:

  • O chefe deu muito moral para ele, por isso se decepcionou na entrega do trabalho.
  • Os atores perderam o moral depois das críticas de quem assistiu ao espetáculo.
  • A líder conseguiu levantar o moral do time com a palestra motivacional. 
  • Nada levanta meu moral depois de tudo que passei. 

Moral como adjetivo uniforme 

A palavra “moral”, além de ser empregada como substantivo feminino e masculino, também pode ser classificada como adjetivo uniforme. Melhor dizendo, com o mesmo significado para qualquer um dos gêneros. No entanto, neste caso, ela deve estar sempre acompanhada de um substantivo. 

Exemplos com “moral como adjetivo uniforme”

  • Ela não tem capacidade moral para administrar o projeto.
  • Respeitar a fila preferencial é um dever moral de todos.
  • Os estragos na cidade provocaram uma grande dor moral
  • É obrigação moral não usar os bancos preferenciais do transporte público.

Exercício sobre “a moral” e “o moral”

Para fechar este artigo, vamos conferir uma questão sobre o tema.

Assinale a alternativa em que o sentido da palavra “moral” está incorreto:

a) Júlio é um funcionário exemplar. Portanto, ele tem capacidade moral de tocar esse projeto tranquilamente.
b) A moral e a ética são dois conceitos que pautam o comportamento em sociedade.
c) Com a sequência de derrotas, a moral da equipe estava muito baixa.
d) Ontem fui ao mercado e esqueci de comprar o detergente. A moral da história é que não devemos confiar totalmente em nossa memória.

Gabarito

Resposta: Letra C. Na frase, a palavra “moral” é utilizada como sinônimo de “espírito”, “ânimo”. Logo, o correto é usá-la no masculino.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.