A forma correta é de escrever o nome do tempero é cheiro-verde, com hífen. Neste artigo, vamos mostrar qual regra se aplica a esse caso. Confira!

Nome de plantas

De acordo com a Reforma Ortográfica, devemos utilizar o hífen com termos que se referem a espécies de plantas ou animais. É exatmaente o caso de cheiro-verde.

Vamos conferir mais algumas palavras que seguem a mesma regra: erva-doce, mico-leão-dourado, abóbora-menina, couve-flor, erva-doce, feijão-verde, bênção-de-deus, erva-do-chá, ervilha-de-cheiro, fava-de-santo-inácio, cobra-capelo, formiga-branca, andorinha-do-mar, cobra-d’água.

Definição

A expressão cheiro-verde é um substantivo composto masculino, formado pela união do substantivo “cheiro” com o adjetivo “verde”.

A palavra denomina, segundo o dicionário Priberam, um pequeno ramo de ervas aromáticas amarradas, usado para temperar comida.

ex: Para fazer esse molho, vou precisar de um ramo de cheiro-verde.

Qual o plural de cheiro-verde?

Quando um vocábulo composto é formado por um substantivo e um adjetivo, ambas as palavras devem ir para o plural. Asssim, o plural de cheiro-verde é cheiros-verdes.

ex: O molho estava cheio de cheiros-verdes.

*

Gostou do artigo? Então, continue seus estudos com o Guia Completo do Hífen.