Uma língua é um sistema de comunicação, composto de regras gramaticais que permitem que os falantes formem enunciados e consigam interagir entre si. Ao possibilitar essas relações, ela demonstra um forte valor social. Nesse contexto, surgem as funções sociais da língua. Neste artigo, vamos detalhar cada uma delas. Vejamos!

A pesquisadora Cláudia Ramos Carioca explica que uma língua possui quatro funções sociais: intercompreensão, representação, integração e internacionalização.

1) Intercompreensão

A intercompreensão é a função social da língua que permite que um grupo de pessoas compartilhe e compreenda conceitos, ideias e pensamentos, construindo sentido de maneira coletiva.

Por exemplo, o fato de grande parte dos países da América do Sul falarem espanhol permite que os habitantes desses locais se entendam e interajam entre si.

2) Representação

A função social da representação diz respeito à relação das pessoas com o mundo, usando a língua como um traço identitário ou como um fator de diferenciação.

Por exemplo, no Brasil, várias nações indígenas utilizam sua língua original como fator de representação e como forma de exibição de sujeitos sociais.

Outro exemplo é a população latina nos Estados Unidos. Esse grupo utiliza o espanhol como um recurso para construção de uma identidade coletiva.

3) Integração

A integração é a função social que uma língua tem de criar coesão entre as pessoas e de fortalecer o tecido social.

Um bom exemplo dessa função é a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), que reúne nações que têm o português como idioma oficial. O fato desses países compartilharem a mesma língua funciona como um fator de integração.

Essa função também fica clara quando analisamos processos desintegração social. Uma das principais estratégias utilizadas para enfraquecer povos tradicionais é erradicar suas línguas, gerando a erosão da coesão interna e prejudicando a manutenção de seus saberes tradicionais.

4) Internacionalização

A função social de internacionalização está relacionada com a projeção e a notoriedade que uma língua tem em várias partes do mundo.

Um exemplo dessa função é a influência que a língua inglesa tem. Como o inglês é muito utilizado em relações comunicativas, sociais, financeiras e culturais ao redor do planeta, essa língua é muito valorizada, fazendo parte da grade curricular de escolas de diversos países.

Em outras palavras, dominar a língua inglesa permite que o falante se internacionalize, acessando ambientes e posições de prestígio.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.