Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Tag: você

Pronomes de tratamento – quando utilizar cada um?

Pronomes de tratamento - como usar?

Entenda quando utilizar os pronomes de tratamento.

Dentro da classe dos pronomes, existe um grupo diferenciado — os pronomes de tratamento. Eles são utilizados para se referir a segmentos específicos. Neste texto, iremos detalhar quando usar cada um. Vamos lá!

1) Vossa Alteza

Abreviatura: V. A.

Com que se utiliza: príncipes e duques.

2) Vossa Eminência

Abreviatura: V. Ema.

Com que se utiliza: cardeais.

3) Vossa Reverendíssima

Abreviatura: V. Revma

Com que se utiliza: sacerdotes e bispos.

4) Vossa Excelência

Abreviatura: V. Exª.

Com que se utiliza: altas autoridades e oficiais-generais.

Continue reading

Te x Lhe – você, tu e o uso do pronome oblíquo

TE-x-LHE

Pergunta do leitor: Quando utilizar ‘te’ e ‘lhe’?

Quando usar os pronomes oblíquos te e lhe? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida e mostrar quando utilizar cada um dos termos. Vejamos!

3ª pessoa x 2ª pessoa

É mais comum do que parece a confusão entre os pronomes pessoais do caso reto (eu, tu, ele, nós, vós, eles) e seus correspondentes oblíquos (o,a, te, lhe, vos, os, as).

Vemos frases como: “Ontem encontrei com você e te convidei para jantar”.

Perceba que “você” é um pronome de 3º pessoa e “te” de 2ª pessoa. Logo, a frase anterior deveria ser reescrita das seguintes maneiras:

“Ontem encontrei contigo e te convidei para jantar”.

Ou

“Ontem encontrei você e o convidei para jantar”.

Continue reading

Pronome do caso reto x pronome do caso oblíquo

pronome-reto-pronome-obliquo Pronomes pessoais são aqueles que tomam o lugar dos substantivos e que representam as pessoas do discurso. Eles se dividem em retos e oblíquos. Neste artigo, vamos explicar cada um desses conceitos e quando utilizar cada um desses grupos de pronomes. Vejamos!

Retos

O pronomes pessoais do caso reto são aqueles que exercem a função sintática de sujeito ou predicativo do sujeito. ex: Eles lhe compraram doces. (sujeito) ex: As pessoas mais felizes dessa cidade são eles. (predicativo do sujeito) Eles estão divididos assim:

– 1ª pessoa do singular: eu

– 2ª pessoa do singular: tu

– 3ª pessoa do singular: ele, ela

– 1ª pessoa do plural: nós

– 2ª pessoa do plural: vós

– 3ª pessoa do plural: eles, elas

Oblíquos

Os pronomes pessoais do caso oblíquo são aqueles que exercem o papel de complemento nominal, objeto direto e objeto indireto.

ex: Deram-lhes doces.

Eles se dividem em átonos e tônicos. Vejamos como e quando usar cada grupo.

Pronome oblíquo átono

Átonos são os que não são precedidos de preposição e possuem acentuação fraca (átona).

Ex: Eu o vi no mercado ontem.

Os pronome oblíquos átonos estão divididos da seguinte maneira:

– 1ª pessoa do singular (eu): me

– 2ª pessoa do singular (tu): te

– 3ª pessoa do singular (ele, ela): o, a, lhe

– 1ª pessoa do plural (nós): nos

– 2ª pessoa do plural (vós): vos

– 3ª pessoa do plural (eles, elas): os, as, lhes

Pronome oblíquo tônico

Já os pronomes oblíquos tônicos são, geralmente, precedidos por preposições (a, para, de e com). Esses pronomes exercem a função sintática de objeto indireto.

ex: Eles entregaram os presentes para mim.

Os oblíquos tônicos estão divididos da seguinte forma:

– 1ª pessoa do singular (eu): mim, comigo

– 2ª pessoa do singular (tu): ti, contigo

– 3ª pessoa do singular (ele, ela): ele, ela

– 1ª pessoa do plural (nós): nós, conosco

– 2ª pessoa do plural (vós): vós, convosco

– 3ª pessoa do plural (eles, elas): eles, elas

* Inscreva-se para fazer parte do clube de português gratuitamente e receber dicas para te deixar afiado na língua (link para uma nova página do site). * Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

“Você” é 2ª ou 3ª pessoa? Wesley Safadão ajuda a explicar

wesley-safadao

Afinal de contas o pronome você é segunda ou terceira pessoa do singular? Neste artigo, vamos resolver essa dúvida. Para isso, vamos analisar uma famosa música do Wesley Safadão.

Assista aí de camarote

Na letra de uma das suas músicas, o cantor Wesley Safadão diz o seguinte: “agora assista aí de camarote eu bebendo gela e tomando Círoc”. Será que a conjugação adotada está correta?

Vejamos. No caso, “assista” é o imperativo afirmativo do verbo “assistir”, referente à terceira pessoa do singular.  Na frase, está subentendido que o verbo se refere ao pronome você (assista você). Para verificar se a conjugação adotada está correta, é preciso definir se você é segunda ou terceira pessoa do singular.

Pessoa do discurso x pessoa gramatical

Antes de tudo, é preciso fazer um distinção. Na língua portuguesa, há uma diferença entre pessoas do discurso e pessoas gramaticais.

Quando falamos de pessoas do discurso, a classificação é feita de acordo com a posição no ato comunicativo:

  • 1ª pessoa – Aquela que fala (eu, nós);
  • 2ª pessoa – Aquela para quem se fala (tu, vós, você, vocês);
  • 3ª pessoa – Aquele de quem se fala (ele, ela, eles, elas).

Nesse sentido, no tocante a pessoas do discurso, você é classificado como segunda pessoa.

Já as pessoas gramaticais indicam qual flexão verbal adotar, qual pronome oblíquo utilizar entre outros.  Assim, nesse tipo de classificação, você é enquadrado como terceira pessoa do singular.

Logo, Wesley Safadão emprega corretamente o verbo “assistir”. Ponto para ele!

Gostou do texto? Então, vale a pena assistir ao vídeo em que explicamos como fazer um parágrafo perfeito:

Aprofunde seus estudos e conheça os principais casos de concordância verbal e nominal:

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑