Língua Portuguesa e Literatura para o Enem

Categoria: Dúvidas de Português (Page 1 of 24)

Em férias ou De férias: qual a forma correta?

As duas formas estão corretas. Pode-se dizer tanto “em férias” quanto “de férias“. Neste artigo, vamos explicar melhor essa questão e abordar algumas particularedades. Vejamos!

AS duas formas estão corretas: de férias e em férias.

Em férias ou De férias?

As expressões “em férias” e “de férias” são locuções adverbiais que estão consagradas na Língua Portuguesa. Elas indicam o período ou a fase do ano em que há uma interrupção do trabalho cotidiano para descanso dos empregados.

Vale destacar que a forma “de férias” é, atualmente, a mais utilizada pelos falantes do português brasileiro.

Continue reading

Letra “H”: 5 casos em que a utilizamos

A letra “H” tem características muito peculiares na Língua Portuguesa. Nesse sentido, ela aparece em diferentes momentos e com diferentes funções em nosso idioma.

Por isso, neste artigo, vamos apresentar todos os usos e aplicações dessa letra. Confira!

1) No início de palavras por razões etmológicas

Você já deve ter se perguntado a razão de usarmos uma letra, como o “H”, sem som no início das palavras, não é? Isso acontece por razões etmológicas e históricas – ou por conta de vestígios etmológicos, como diz o gramático Pasquale Cipro Neto.

Assim, em algum momento da história, esse “H” era pronunciado. Contudo, com o tempo, a pronúncia foi alterada, mas a grafia se manteve.

É o caso, por exemplo, da palavra “hoje”, que vem do latim “hodie”.

Vejamos mais alguns casos de vocábulos iniciados com a letra “H”:

  • honorário.
  • hidrópico.
  • heterodoxo.
  • herança.
  • herético.
  • hiato.
  • haja.
  • honorários.
  • homogeneidade.
  • higiene.
  • horrível.
  • humanização.
  • hífen.

2) No início de algumas interjeições

Há diversos casos de interjeições que são escritas com a letra “H”. Vejamos alguns exemplos:

  • Ah!
  • Hein!
  • Ih!
  • Hum!
  • Hurra!
  • Hã?

Hein, hem ou heim – qual a forma correta?

As formas corretas de escrever essa interjeição são hem (com “m” no final e sem “i”) e hein (com “n” no final e com “i”). O termo heim não existe na língua portuguesa e, por isso, não deve ser utilizado.

3) Em substantivo próprio

Há diversos nomes próprios que são escritos com a letra “H”. Isso ocorre, por que não há nenhuma normativa oficial que obrigue os falantes de uma língua a submeterem os nomes próprios às regras ortográficas.

Dessa forma, há diversos antropônimos (nomes de batismo) escritos com “H”. Vejamos alguns exemplos:

  • Arthur;
  • Thiago;
  • Sophia;
  • Thaís;
  • Nathália.

Nesse contexto, vale pontuar também a palavra “Bahia”, que dá nome ao estado brasileiro localizado na região nordeste. Por tradição, mesmo com a reforma ortográfica, o termo continua a ser grafado com “H”. Contudo, o adjetivo pátrio derivado, baiano, é escrito sem “H”.

4) Na formação de dígrafos

Um dígrafo é sequência de duas letras que representam um só fonema, ou seja, um só som. Há três casos que são formados com a letra “H”:

  • CH: chuveio, chá
  • LH: lhama, mulher
  • NH: banhista, nhoque

5) Em palavras compostas

Por fim, vale destacar que há vários casos de palavras compostas que são formadas por prefixos ou falsos prefixos inicados com a letra “H”:

  • Hiper: hiper-requitado, hiperatividade
  • Hidro: hidroginástica, hidromassagem
  • Hexa: hexacampeão, hexágono
  • Homo: homossexual, homoafetivo
  • Hepato: hepatopancreático, hepatite

Quiz ou Quis: quando usar cada palavra?

As palavras quis e quiz existem na Língua Portuguesa. Contudo, tem significados e usos bem distintos. Neste artigo, vamos explicar quando e como utilizar cada uma. Confira!

Quis ou Quiz: quando usar cada palavra?

Quando usar “quis”?

A palavra quis, com “s”, é a conjugação do verbo querer na primeira e na terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo. Vejamos:

  • eu quis
  • tu quiseste
  • ele quis
  • nós quisemos
  • vós quisestes
  • eles quiseram

Vale destacar que “querer” faz parte do grupo dos verbos irregulares, que ão aqueles que tanto os radicais, quanto suas terminações passam por alterações durante a conjugação.

Exemplos com “quis”

  • Ele não quis ir ao cinema com os irmãos, porque precisava estudar para as provas de final de semestre.
  • Eu quis dizer, você não quis escutar.
  • Jonatas quis sair de casa no domingo para aproveitar o dia de sol.
Continue reading

Causalidade e Casualidade: quando usar cada palavra?

Apesar de terem grafias muito similares, as palavras causalidade e casualidade possuem significados e usos muito distintos. Neste artigo, vamos mostrar quando e como utilizar cada uma. Confira!

Causalidade e Casualidade: quando usar cada palavra?

Quando usar causalidade?

A palavra causalidade é um substantivo feminino que indica uma relação de causa e efeito, de algo que envolve causação.

O termo é formado por derivação sufixal, por meio da união do adjetivo “causal” com o sufixo “-dade”, que pode expressar as ideia de estado ou de situação.

É válido mencionar que no campo da Lógica, a causalidade é expressa pelo seguinte enunciado: “se não A, então não B”.

Exemplos com causalidade

  • Os pesquisadores sempre alertam para o fato de que correlação e causalidade são conceitos distintos.
  • Perícias médicas mostraram que não relação de causalidade do remédio com as reações apresentadas pelos pacientes.
  • Alguns estudiosos acreditam que há causalidade entre o declínio cultural e o aumento da violência.
Continue reading

Homossexual ou gay: quando usar cada termo?

Apesar de serem usados como sinônimos, os termos homossexual e gay tem significados e aplicações distintas. Neste artigo, vamos mostrar quando e como empregar cada um deles. Confira!

Homossexual ou gay: quando usar cada termo?

Quando usar “homossexual”?

A palavra homossexual é um adjetivo ou substantivo de dois gêneros, formado por derivação prefixal. Ela nasceu da união do prefixo “homo” (que significa igual ou semelhante) com o vocábulo sexual.

O termo caracteriza pessoas que tem atração e/ou se relacionam afetiva e sexualmente com pessoas do mesmo sexo.

Vale destacar que homossexual pode ser usado tanto para mulheres quanto para homens.

Continue reading

Mixaria ou Micharia: qual a forma correta?

A grafica correta é mixaria, com “x”. Dessa maneira, a forma micharia, com “ch”, está errada e não deve ser utilizada. Neste artigo, vamos explicar esse tópico de forma mais detalhada. Confira!

Mixaria ou Micharia: qual a forma correta?

Origem e significado

A palavra mixaria é um substantivo feminino formado por derivação sufixal (mixe+aria).

De acordo com o dicionário Aulete, o vocábulo indica algo sem valor ou uma quantia muito pequena em dinheiro. Ele é sinônimo de buginganga, quinquilharia, bagatela, ninharia ou insignificância.

Vale pontuar que o termo mixe, por sua vez, deriva de mi’xi (ou mixi), que significa “pouco” ou “pequeno” no idioma guarani.

Exemplos com mixaria

  • Eu me recuso a trabalhar por mixarias. Afinal, investi muito dinheiro na minha formação.
  • Comprei esse casaco marrom de marca por uma mixaria em um brechó perto da casa da minha tia.
  • O Brasil ainda é um país onde a maioria da população tem de viver apenas com uma mixaria, enquanto uma pequena parcela da população é privilegiada e tem acesso a bens de luxo.
Continue reading

Possui ou Possue: qual a forma correta?

A forma correta é possui, com “i” no final da palavra. A grafia possue, com “e”, está incorreta.

Possui é a conjugação do verbo possuir na 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo (ele possui, ela possui, você possui) ou na 2.ª pessoa do singular do imperativo (possui tu):

Verbo possuir – presente do indicativo

Vejamos a conjugação do verbo possuir no presente do indicativo:

1ª pessoa do singularEu possuo
2ª pessoa do singularTu possuis
3ª pessoa do singularEle possui
1ª pessoa do pluralNós possuímos
2ª pessoa do pluralVós possuís
3ª pessoa do pluralEles possuem

Verbo possuir – imperativo

Agora vamos conferir a conjugação do verbo possuir no imperativo:

1ª pessoa do singularEu —
2ª pessoa do singularTu possui
3ª pessoa do singularEle possua
1ª pessoa do pluralNós possuamos
2ª pessoa do pluralVós possuí
3ª pessoa do pluralEles possuam

Conjugação dos verbos terminados em -uir

Em regra, os verbos terminados em -uir formam a 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo com a terminação -i:

  • arguir – argui;
  • atribuir – atribui;
  • concluir – conclui
  • contribuir – contribui;
  • delinquir – delinqui ou delínqui;
  • diminuir – diminui;
  • possuir – possui.

Exemplos com “possui”

  • Marcos possui uma casa muito bem avaliada no mercado imobiliário.
  • A empresa americana possui uma filial em Vitória da Conquista, a aproximadamente 580km de Salvador.
  • Possui apenas o que te é de direito e serás feliz com o que tens.

Uso correto do verbo possuir

Para finalizar este artigo, vale destacar que o verbo possuir deve ser utilizado somente quando quisermos indicar uma relação de posse ou de propriedade.

Nesse sentido, o verbo não deve ser usado como substituto de “ter”. Por exemplo, não é correto dizer: “este apartamento possui três suítes.” Nesse caso, não há relação de posse. Assim, o melhor é dizer “este apartamente tem três suítes”.

Da mesma forma, não é adequado dizer: “aquela moça possui manchas no rosto.”. Mais uma vez, não se configura uma relação de propriedade, mas sim de característica. Nesse sentido, o melhor é dizer: “aquela moça tem manchas no rosto”.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

Qual a abreviatura de “departamento”?

Afinal, qual a abreviatura correta do substantivo “departamento”? Neste artigo, vamos responder essa questão. Confira!

Abreviatura de “departamento”

De acordo com o “Diconário de Dúvidas, Dificuldades e Curiosidades da Língua Portuguesa”, do lexicógrafo Luiz Antonio Sacconi, a abreviatura de “departamento” é “depart.”, e não “depto.” como muita gente usa.

Vejamos alguns exemplos de uso dessa abreviatura:

  • O depart. de compras solicitou mais informações do setor de montagem.
  • De acordo com depart. jurídico, é preciso fundamentar melhor o termo de referência da licitação.
  • Para o depart. de marketing, os investimentos em canais digitais é estratégico para o futuro da empresa.

Origem e classificação de “departamento”

A palavra “departamento” é um substantivo masculino uniforme, que vem do Latim departire, “dividir, separar”.

De acordo com o dicionário Aulete, o termo tem os seguintes significados:

  •  Seção ou setor administrativo de empresa, indústria, repartição pública, estabelecimento comercial etc.;
  • Nas universidades ou institutos, cada uma das divisões que agrupa disciplinas de um determinado saber.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

Conservar e preservar: qual a diferença?

Apesar de serem usados como sinônimas, as palavras “conservar” e “preservar” possuem significados distintos. Neste artigo, vamos mostrar quando e como utilizar cada uma. Confira!

Quando usar “conservar”?

De acordo com o professor Luiz Antonio Sacconi, o verbo “conservar” indica o ato de “proteger de prejuízo ou dano, imperdir que se acabe ou deteriore”.

Nesse sentido, Sacconi defende que o ato de conservar se refere geralmente a um indivíduo e sempre ao presente:

  • Marta sempre se preocupa em conservar seus livros.
  • Meu tio conserva seus carros muito bem. Assim, seus automóveis parecem sempre novos.
  • Joana toma sol todos os dias para conservar seu bronzeado.

Quando usar “preservar”?

Segundo o professor, o verbo “preservar” está relacionado com manter intacto. Nesse contexto, para o lexicógrafo, o termo usualmente “diz respeito mais à coletividade e a um futuro possível”.

Assim, como explica Sacconi, quem se põe a preserver algo busca agir em defesa do objeto da preservação:

  • Preservar a Amazônia é fundamental para o futuro da humanidade.
  • É preciso ter políticas públicas fortes para preservar a cultura indígena.
  • Preservar monumentos históricos é importante para criar uma sociedade consciente de suas origens.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

Rocha ou Roxa: quando usar cada palavra?

As palavras “rocha” e “roxa” existem na língua portuguesa, mas possuem significados distintos. Neste artigo, vamos mostrar quando e como utilizar cada uma. Confira!

Quando usar “rocha”?

A palavra “rocha”, com “ch”, é um substantivo femino concreto. Segundo o dicionário Aulete, o termo pode ter os seguintes significados:

  • Massa grande e compacta de pedra
  • Aglomerado de matérias minerais e orgânicas que se formou ao longo das eras e que constitui boa parte da crosta terrestre.
  • Roca, rochedo, penhasco.
  • Coisa firme, inabalável (sentido figurado).

Vejamos alguns exemplos de uso desse vocábulo:

  • Por conta da eroção do solo, várias rochas se desprenderam e despencaram em cima das casas.
  • Na hora dos pênaltis, o goleiro do time era uma rocha. Nada o abalava.
  • As rochas sedimentares nascem de detritos de outras rochas.

É importante destacar que a pronúncia da palavra é com a vogal “o” aberta (“rócha”). Além disso, vale dizer que o termo é um substantivo uniforme, ou seja, só possui um gênero – o feminino.

Quando usar “roxa”?

Por sua vez, a palavra “roxa” é um substantivo femino que dá nome a uma cor, similar ao violeta. Neste caso, é válido pontuar que a pronúncia do termo é com a vogal “o” fechada (“rôxa”).

Ademais, é interessante notar que o vocábulo é um substantivo biforme. Em outras palavras, ele possui flexão de gênero, podendo ser usado tanto no feminino (roxa) como no masculino (roxo).

Para fixar, vamos ver alguns exemplos de uso da palavra:

  • Mariana tem duas bolsas roxas.
  • Depois do tombo que levei, minha perna ficou toda roxa.

Resumo

Para finalizar, confira abaixo um resumo dos dois termos:

  • Rocha: pedra ou rochedo
  • Roxa: cor violeta.

*

Quer aprofundar seus conhecimentos na língua portuguesa? Então, continue seus estudos com a Gramática On-line do Clube do Português.

« Older posts

© 2024 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑

#CodigoClever