Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Categoria: Dúvidas de Português (Page 1 of 17)

Específico x Especifico – tem acento?

Tanto específico, com acento agudo, quanto especifico, sem acento, são palavras que existem na língua portuguesa. Elas, contudo, pertencem a classes gramaticais distintas. Neste artigo, vamos mostrar quando usar cada uma.

Específico

Específico, com acento agudo, é um adjetivo que indica algo particular ou peculiar a um indivíduo, situação ou espécie. É o antônimo de genérico. O vocábulo pode apresentar variação de gênero (masculino e feminino) e de número (singular e plural). Vejamos alguns exemplos de uso desta palavra:

  • Ele tinha uma problema muito específico para resolver.
  • O urso polar é um mamífero que vive em um região específica do planeta: o círculo polar Ártico.
  • Existem doenças que aparecem em grupos específicos da população.

Vale destacar que o termo vem do latim specificus e recebe acento por ser uma palavra proparoxítona. Isso significa que sílaba tônica é a antepenúltima (es-pe--fi-co).

Na língua portuguesa, todas as proparoxítonas são acentuadas: último, máscara, otona, chácara, cara, dico, etc.

O vocábulo também pode funcionar como substantivo. Nesse caso, ele sempre virá acompanhado de um determinante (artigo, numeral ou pronome).

ex: Na hora de dar um feedback, sempre prefira o específico ao genérico.

Continue reading

Kimono ou Quimono – qual a forma correta?

A forma correta de escrever a palavra em português é quimono, com “q”. O termo kimono, com “k”, tem origem japonesa. Neste artigo, vamos fazer uma análise completa desta palavra. Vejamos!

Quimono

O Vocabulário Oficial da Língua Portuguesa (Volp), da Academia Brasileira de Letras, registra somente a palavra quimono. O mesmo acontece com os principais dicionários.

O termo designa o tipo de vestimenta utilizada para prática de artes marciais, como judô, jiu-jítsu, caratê, entre outras. A palavra também pode indicar uma vestimenta feminina que, confeccionada em tecido leve, pode ser usada sobre a roupa.

ex1: Nas competições, os atletas normalmente usam quimonos brancos ou azuis.

ex2: A modelo desfilou com um quimono florido.

ex3: No jiu-jítsu, muitas academias têm seus próprios quimonos.

Um fato interessante é que, no português de Portugal, também existem os termos quimão e quimau.

Continue reading

“Acabamento final” é pleonasmo?

Afinal, a expressão “acabamento final” é um pleonasmo vicioso? Neste artigo, vamos responder essa pergunta e também mostrar os tipos de pleonasmos. Confira!

Acabamento final: é ou não pleonasmo?

A resposta é sim, “acabamento final” é um pleonasmo. Isso porque a palavra “acabamento” já indica o fim de algo, logo, adicionar a palavra “final” é totalmente desnecessário. Na verdade, o ideal seria escolher entre “final” ou “acabamento”. Por exemplo:

  • Estamos na fase de acabamento da obra.
  • Estamos na fase final da obra.
Continue reading

Explicar x Esplicar – qual a forma correta?

A grafia correta é explicar, com “x”. A forma esplicar, com “s”, está incorreta e não existe na língua portuguesa. Neste artigo, vamos fazer uma análise completa dessa palavra. Vejamos!

Explicar

Explicar é um verbo que vem do latim explicare. Percebe-se, assim, que o uso da letra “x” na primeira sílaba do termo é justificada pela etimologia da palavra. Dito de outro maneira, como a forma em latim era grafada com “x”, a palavra em português seguiu o mesmo caminho.

Vale destacar que os vocábulos derivados do verbo também devem ser escritos com “x”: explicação, explicativo, explicamos, etc.

Continue reading

Batismo x Batizado – quando usar cada palavra?

As palavras batismo e batizado, apesar de serem muitas vezes utilizadas como sinônimas, têm significados e usos distintos. Neste artigo, vamos mostrar quando empregar cada uma delas. Vejamos!

A imagem mostra um criança senda batizada e tem uma legenda escrita:
Qual a diferença entre batismo e batizado?

Batismo

O termo batismo é um substantivo masculino, que dá nome ao que se dá ao processo ou sacramento de iniciação cristã de um indivíduo. Trata-se de um primeiro compromisso com Deus.

A palavra vem do latim baptismus, que significa imersão. Vejamos alguns exemplos de uso dela:

  • Maria recebeu o batismo quando tinha três meses de idade.
  • O batismo é considerado o primeiro sacramento da Igreja Católica.
  • Em algumas igrejas, o batismo só pode ser realizado em adultos.
Continue reading

Arco-íris – qual o plural?

O plural de arco-íris é arcos-íris. Neste artigo, vamos explicar qual regra se aplica a esse substantivo composto. Vejamos!

Substantivo + Substantivo

A imagem mostra um arco-íris em cima do mar. Ao lado está escrito:

Em regra, os termos compostos formados pela união de dois substantivos possuem duas formas de plural. Ou só a primeira palavra vai para o plural ou as duas palavras vão para o plural.

ex: palavras-chave/palavras-chaves, peixes-boi/peixes-bois, anos-luz/anos-luzes, etc.

Com relação ao substantivo composto arco-íris, temos uma peculiaridade. A palavra “íris” não tem plural, ou melhor, as formas plural e singular são idênticas. Dessa forma, só há flexão no primeiro termo. Por isso, o correto é arcos-íris.

Continue reading

Cair, Cai, Caí – quando usar cada um?

As palavras “cair”, “cai” e “caí” existem na língua portuguesa. Contudo, elas são utilizadas em situações distintas. Neste artigo, vamos mostrar quando utilizar cada uma. Vejamos!

Quando usar “cair”?

“Cair” é o infinitivo do verbo. Essa forma nominal do verbo é utilizada geralmente em locuções verbais, quando o verbo tiver regência de uma preposição e quando não houver um sujeito definido:

  • Cuidado para não deixar o bebê cair.
  • Estou acostumado a cair e levantar rápido.
  • Tenho certeza que este tópico vai cair na prova.

O infinitivo também é usado como o nome do verbo:

  • “Cair”, quando indica a ideia de levar uma queda, é um verbo intransitivo.
Continue reading

Aceso x Acendido – quando utilizar cada um?

Tanto aceso quanto acendido estão corretos, mas devem ser utilizados em contextos diferentes. Neste artigo, vamos explicar quando usar cada um. Vejamos!

Verbo abundante

Antes de tudo, é preciso dizer que acender é um verbo abundante. Segundo os gramáticos Celso Cunha e Lindley Cintra, “são chamados de abundantes os verbos que possuem duas ou mais formas equivalentes. […] Na quase totalidade dos casos, essa abundância ocorre apenas no particípio”.

Em outras palavras, nesse caso, o verbo tem dois particípios: um regular (acendido) e outro irregular (aceso).

Quando usar “acendido”?

particípio regular (aquele terminado em -do) deve ser utilizado na constituição de tempos compostos da voz ativa acompanhados dos verbos ter e haver. Vejamos alguns casos de uso desse termo:

  • O ano eleitoral tem acendido os ânimos das pessoas.
  • Marcos havia acendido a lâmpada, mas alguém apagou.
  • Eu tinha acendido a fogueira, mas a chuva acabou apagando o fogo.
Continue reading

Varíola ou Variola – tem acento?

A forma correta é varíola, com acento agudo na letra “i”. Neste artigo, vamos explicar qual regra de acentuação se aplica a essa palavra. Vejamos!

Proparoxítona

A palavra varíola é polissílaba e proparoxítona. Isso significa que a sílaba tônica é a antepenúltima (va--o-la). Na língua portuguesa, todas as proparoxítonas são acentuadas.

Vamos conferir mais alguns exemplos de vocábulos proparoxítonos: ginástica, ângulo, árvore, cienfico, abora, arquétipo, bárbaro, anessico, sico, sibico, etc.

Continue reading

Aceso x Acesso – quando usar cada palavra?

As palavras aceso e acesso existem na língua portuguesa, mas têm significados bem diferentes. Neste artigo, vamos mostrar como e quando utilizar cada termo. Vejamos!

Aceso

Aceso é um adjetivo que é o antônimo de “apagado”. O termo também representa um dos particípios do verbo acender. Vejamos alguns exemplos de uso do vocábulo:

  • Por favor, veja se deixei o fogão aceso.
  • O fogo da fogueira já está aceso.
  • Hoje o atacante do time está muito aceso. Fez dois gols só no primeiro tempo.

Com relação à pronúncia da palavra, vale destacar dois pontos:

  • A letra “e” tem som fechado (“acêso”);
  • A letra “s”, por estar entre duas vogais, é lida com som de “z” (“acezo”).
Continue reading
« Older posts

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑