Língua Portuguesa, Literatura e Alfabetização

Categoria: Dicas de livros

Siso x Ciso – qual a forma correta?

Siso ou ciso? A forma correta é siso, com “s”. Neste artigo, vamos explicar por que a palavra se escreve com “s”, e não com “c”. Vejamos!

O que é siso?

O siso, também chamado de dente do juízo, localiza-se atrás de todos os outros, isto é, em cada uma das quatro extremidades da boca (2 superiores e 2 inferiores), sendo o último dente a nascer. 

Uma curiosidade a respeito dele é que algumas pessoas não têm esse dente; em outras, ele nem chega a nascer, ficando contido na gengiva.

Por que siso, e não ciso?

Porque a palavra siso tem sua origem na palavra latina “sensus”, que começa com a letra “s”. Logo, “siso” também se inicia com “s” e não com “c”.

As consoantes “s” e “c” partilham o mesmo fonema quando seguidas das vogais “e” e “i (“ci” e “si” têm pronúncias idênticas), assim como “ce” e “se”.

Porém, não existem regras que determinam quando deve ser empregado “s” ou “c”. A forma correta está sempre associada à origem da palavra.

Continue reading

[Livro] Dicionário de dificuldades da língua portuguesa

Dicionário de dificuldades da língua portuguesa é um livro de bolso do autor, gramático e professor Domingos Paschoal Cegalla. Ele reúne as dúvidas mais frequentes quanto ao bom uso do idioma. Quem nunca se deparou com dúvidas sobre grafia ou da flexão de um vocábulo ou da correta pronúncia de uma palavra? Em vez de ter de procurar em fontes diferentes, você encontrará as soluções em um só lugar.

Útil não somente aos profissionais que fazem trabalham com texto, mas também a todos aqueles que desejam falar e escrever a sua língua corretamente.

Sobre o autor

Domingos Paschoal Cegalla nasceu em Tijucas/SC em 1920 e faleceu na cidade do Rio de Janeiro/RJ em  2013. Ele foi professor, poeta, gramático, escritor e tradutor.  Portador de um conhecimento enciclopédico, Cegalla estudou  grego,latim, francês e italiano. É autor do Dicionário de dificuldades da língua portuguesa, da Novíssima gramática da língua portuguesa, do Dicionário escolar: língua portuguesa e da Nova minigramática da língua portuguesa, todas elas consagradas obras didáticas. Como poeta, publicou Canção de Eurídice e Um brado no deserto e, como tradutor, verteu diretamente do grego Édipo Rei, Antígona e Electra.

[Livro] Decifrando a crase

O livro “Decifrando a crase”, do gramático Celso Luft, é uma das principais referências do Clube do Português no assunto.  O grande diferencial é que o método do autor não está baseado em macetes e decoreba, mas sim em raciocínio e intuição. Ele apresenta uma série de exemplos que tratam de dúvidas mais comuns. Além disso, ele traz, ao final uma série de exercícios com respostas comentadas.

Luft foi colunista de diversos meios de comunicação. Isso faz com que sua linguagem seja bem simples, direta e baseada nas questões do dia a dia. Esse livro nos ensina a pensar sobre o emprego do “a” craseado, o que boa parte dos manuais não faz.

Ficha técnica

Editora: Globo Livros

Nº de páginas: 97

Última edição: 2014

Sobre o autor

Celso Luft foi professor, gramático, linguista e dicionarista. Nasceu na cidade de Poço das Antas/RS em 1921 e faleceu na cidade de Porto Alegre em 1995. Era formado em Letras Clássicas e Vernáculas pela PUC-RS e fez curso de especialização em Portugal. Foi professor na UFRGS e na Faculdade Porto Alegrense de Ciências e Letras. Ele foi casado com a também escritora Lya Luft. Ele é autor de uma série de obras que se transformaram em referências nos ensinos fundamental e médio e também nos cursos de formação de linguista e gramáticos.

© 2022 Clube do Português

Theme by Anders NorenUp ↑